terça-feira, 9 de setembro de 2014

Idosos dos CSU's participam de encontro cultural em Salvador


Promover e fortalecer a diversidade cultural da pessoa idosa. Essa foi a principal meta do XVI Encontro de Cultura da terceira idade, realizado durante todo o dia desta quarta-feira (03), no Centro de Cultura e Lazer do Sesi Itapagipe - Caminho de Areia, em Salvador.

Cerca de mil idosos participaram do evento que contou com apresentações teatrais, dança e música. Este ano o econtro teve como tema, a evolução da escrita.

O encontro de cultura da terceira idade é uma iniciativa da Secretaria de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza (Sedes), em parceria com o Núcleo Institucional da Pessoa Idosa (Niapi), por meio da Coordenação de Ações Intersetoriais (Cais), que este ano foi representada por 11 grupos culturais de Centros Sociais Urbanos (CSU´s) de Salvador, Lauro de Freitas e Camaçari.

Conforme os organizadores o festival é uma ferramenta de valorização cultural da pessoa idosa, tendo os mesmos como protagonistas.

Segundo a coordenadora do grupo de idosos do CSU, Ana Lúcia Brito, os CSU's têm por objetivo integrar atividades de lazer, informação, formação, para organizar e empoderar as comunidades.

“O intenção do encontro é proporcionar ao idoso um momento de lazer, cultura e divertimento, porque é uma oportunidade deles se unirem para participarem de um momento de alegria”, salientou Ana Lúcia.

Responsável pela criação das roupas das bailarinas do CSU Castelo Branco, há dezesseis anos, Clemilda Chagas garante que “o encontro estimulou a minha autoestima, aumentou o meu astral e desenvolveu muitas coisas, como por exemplo, me fez cantar, dançar, coisas que eu não fazia antes.

Para Jandira Carvalho, participante do CSU Portão, os eventos que o CSU faz são ótimos, nos proporciona mais experiência, a gente perde a timidez, se distrai jogando dominó, baralho, cantando. A gente sempre viaja para se apresentar em outros lugares, o nosso lazer é lá na CSU.”

A assistente social do Cais, Lúcia Assis, destacou a importância de manifestações culturais envolvendo idosos. “O Encontro une idosos de todos os CSU's para promover a autoestima do idoso e provar que ele é capaz e a idade não importa, levantar a moral do idoso, mostrando que o mundo pertence não só aos jovens, mas as pessoas da terceira idade também”, disse.


Ascom-Sedes, 05.09.2014

(71) 3115-9882

Com mais de 200 pessoas, Festival de Integração lota o Centro Social Urbano de Narandiba

O Centro Social Urbano de Narandiba recebeu, no sábado (30), mais um Festival de Integração do Projeto Esporte, Lazer e Cidadania (PELC), reunindo cerca de 200 pessoas entre alunos que já participam do PELC e seus convidados. Na programação, atividades lúdicas e esportivas como dança, karatê, judô,ginástica, jogos populares e mostra de vídeo sobre relações de gênero, seguida de discussão.

Os festivais de integração são espaços de culminância da iniciativa do PELC. Na segunda edição do Festival em Narandiba (a primeira aconteceu em 2013) houve grande participação da comunidade que teve a chance de experimentar diferentes modalidades esportivas. Além disso, a reunião de pessoas de idades variadas foi mais uma oportunidade para o desenvolvimento de valores como o respeito às diferenças e à diversidade.

Para Cláudia Ribeiro, coordenadora do CSU de Narandiba, o Festival de Integração favorece a socialização na comunidade e fortalece o CSU como equipamento público: “O Festival é um dia de alegria e uma oportunidade de integrar não só as pessoas de Narandiba, mas dos bairros próximos. Isso possibilita que muitos participem, troquem ideias, se fortaleçam. A comunidade precisa se consolidar e perceber que esporte é cidadania, esporte é vida e melhorando a qualidade de vida do cidadão você tem nele um aliado nas conquistas do bairro. Isso, inclusive, para a concretização da missão dos Centros Sociais Urbanos, como equipamentos de prestação de serviço a comunidade”,
afirma Cláudia.

O Projeto Esporte, Lazer e Cidadania (PELC) é uma iniciativa da Secretaria do Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza do estado da Bahia (SEDES) e integra o Programa Pacto pela Vida, sendo desenvolvido em parceria com o Instituto Aliança. A iniciativa contempla onze
Centros Sociais Urbanos (CSUs), localizados em Salvador, Lauro de Freitas e Camaçari, além da unidade do Centro Integrado de Apoio a Criança e ao Adolescente (CIAC), em Ondina, Salvador.

Os principais objetivos do PELC são: desenvolver valores positivos de convivência e cidadania, ampliar a consciência social e efetivar o direito ao esporte. Para o atingimento de tal propósito a iniciativa atua de forma interdisciplinar, a partir da educação pelo esporte.