quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Núcleo de Dança do Nordeste de Amaralina apresenta a Mostra Reciclô!


Neste sábado, 150 crianças e adolescentes do Núcleo de Dança do Nordeste de Amaralina apresentarão o  espetáculo Reciclô,  no Centro Social Urbano do bairro. O evento, uma parceria entre as secretarias estaduais de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza (Sedes) e de Cultura (Secult), começa as 10h e está aberto à comunidade.
Explorando a temática da reciclagem e assuntos relacionados, tais como meio ambiente e responsabilidade social, os alunos do Núcleo de Dança do Nordeste de Amaralina apresentam dez coreografias na Mostra Reciclô!, como resultado do trabalho desenvolvido no ano letivo de 2011. Turmas infantis e intermediárias de balé e danças populares reúnem cerca de 150 alunos que frequentam a unidade da Escola de Dança da FUNCEB que atende à comunidade desta região popular da cidade de Salvador. O espetáculo se realiza no próximo dia 26 de novembro (sábado), às 10 horas da manhã, no Centro Social Urbano do Nordeste de Amaralina, com entrada gratuita.

Conduzido e coreografado pelos professores Rita Leone, Lucinete Araújo e Soter Xavier, o festival tem roteiro feito em criação coletiva e direção artística de Tereza Oliveira, supervisora pedagógica do Núcleo. “Reciclar por uma ação educativa que tenha por excelência o fazer criativo, participativo e consciente. Reciclar por uma mostra didática que tenha como temática a Arte Reciclável, para que possamos nos expressar dançando. Reciclar, reutilizar, repensar, recriar, reviver, por uma atitude de transformação de coisas e pessoas, pela modificação do percurso de atitudes e das relações, pelo simples fato de coletivamente podermos nos admirar daquilo que juntos podemos construir”, descreve Tereza, a respeito do conceito da apresentação.

O Núcleo de Dança do Nordeste de Amaralina funciona no Centro Social Urbano (CSU) do Nordeste de Amaralina e foi consolidado em 2005 numa parceria entre a Secretaria de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza (SEDES) e a Escola de Dança da FUNCEB, que integra o Centro de Formação em Artes (CFA) da Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), órgão vinculado à Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA), incluindo-se no Programa Pacto Pela Vida.

Festival Reciclô!
Núcleo de Dança do Nordeste de Amaralina / Escola de Dança da FUNCEB
Quando: 26/11 (sábado), às 10 horas
Onde: Centro Social Urbano do Nordeste de Amaralina (Beco da Cultura, Nordeste de Amaralina)
Gratuito

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

CSU Liberdade comemora o Dia da Consciência Negra


O CSU Liberdade construiu uma extensa programação para comemorar o Dia da Consciência Negra. No dia 18 deste mês, a partir das 14h30, haverá apresentações de dança e percussão, palestras sobre leis referentes à  descriminação racial, saúde, justiça, empreendedorismo e inclusão social. O encerramento contará com apresentações do Grupo da Amizade, de Detinha e do grupo de samba de roda, Fonte da Alegria.
O evento conta com a parceria da UFBa, Sebrae, CRAS,  e do Balcão de Justiça.
Segue a programação:
Abertura: apresentação de dança
Percussão: (Vera Tulipa)
Palestras sobre:
- Leis referentes à discriminação racial pelo Legislativo do Balcão de Justiça e Cidadania
- Boletim Saúde – Pesquisa sobre a População Negra pelo ISC-UFBa.
- Hábitos saudáveis. ISC- UFBa
-  Empreededorismo – pelo Sebrae.
-  Programa e Projetos Sociais - Sedes
- Apresentação das lavadeiras do Grupo da Amizade
- Apresentação musical - Detinha
- Samba de Roda – Grupo Fonte de Alegria

     

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Festival de Música no CSU Liberdade

Com o objetivo de promover a inclusão social como forma de minimizar as desigualdades sociais, o CSU Liberdade está criando um ciclo artístico-cultural auto-sustentável com a Oficina de Talentos da Música (OTMUS). O projeto idealizado e coordenado por Romilson Oliveira (voluntário) tem como meta formar cantores populares e, ao mesmo tempo, oferecer à comunidade opções de lazer e cultura. As classes são ministradas nas terças e quintas-feiras, das 19h às 21h30, e, aos sábados, das 14h às 18h30.Segundo a coordenadora da Unidade, a idéia fomentar arte, cultura e cidadania por meio de atividades que oportunizem a participação popular.A oficina culminará com um festival, no dia 26 deste mês, a partir das 17h30.