terça-feira, 9 de setembro de 2014

Idosos dos CSU's participam de encontro cultural em Salvador


Promover e fortalecer a diversidade cultural da pessoa idosa. Essa foi a principal meta do XVI Encontro de Cultura da terceira idade, realizado durante todo o dia desta quarta-feira (03), no Centro de Cultura e Lazer do Sesi Itapagipe - Caminho de Areia, em Salvador.

Cerca de mil idosos participaram do evento que contou com apresentações teatrais, dança e música. Este ano o econtro teve como tema, a evolução da escrita.

O encontro de cultura da terceira idade é uma iniciativa da Secretaria de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza (Sedes), em parceria com o Núcleo Institucional da Pessoa Idosa (Niapi), por meio da Coordenação de Ações Intersetoriais (Cais), que este ano foi representada por 11 grupos culturais de Centros Sociais Urbanos (CSU´s) de Salvador, Lauro de Freitas e Camaçari.

Conforme os organizadores o festival é uma ferramenta de valorização cultural da pessoa idosa, tendo os mesmos como protagonistas.

Segundo a coordenadora do grupo de idosos do CSU, Ana Lúcia Brito, os CSU's têm por objetivo integrar atividades de lazer, informação, formação, para organizar e empoderar as comunidades.

“O intenção do encontro é proporcionar ao idoso um momento de lazer, cultura e divertimento, porque é uma oportunidade deles se unirem para participarem de um momento de alegria”, salientou Ana Lúcia.

Responsável pela criação das roupas das bailarinas do CSU Castelo Branco, há dezesseis anos, Clemilda Chagas garante que “o encontro estimulou a minha autoestima, aumentou o meu astral e desenvolveu muitas coisas, como por exemplo, me fez cantar, dançar, coisas que eu não fazia antes.

Para Jandira Carvalho, participante do CSU Portão, os eventos que o CSU faz são ótimos, nos proporciona mais experiência, a gente perde a timidez, se distrai jogando dominó, baralho, cantando. A gente sempre viaja para se apresentar em outros lugares, o nosso lazer é lá na CSU.”

A assistente social do Cais, Lúcia Assis, destacou a importância de manifestações culturais envolvendo idosos. “O Encontro une idosos de todos os CSU's para promover a autoestima do idoso e provar que ele é capaz e a idade não importa, levantar a moral do idoso, mostrando que o mundo pertence não só aos jovens, mas as pessoas da terceira idade também”, disse.


Ascom-Sedes, 05.09.2014

(71) 3115-9882

Com mais de 200 pessoas, Festival de Integração lota o Centro Social Urbano de Narandiba

O Centro Social Urbano de Narandiba recebeu, no sábado (30), mais um Festival de Integração do Projeto Esporte, Lazer e Cidadania (PELC), reunindo cerca de 200 pessoas entre alunos que já participam do PELC e seus convidados. Na programação, atividades lúdicas e esportivas como dança, karatê, judô,ginástica, jogos populares e mostra de vídeo sobre relações de gênero, seguida de discussão.

Os festivais de integração são espaços de culminância da iniciativa do PELC. Na segunda edição do Festival em Narandiba (a primeira aconteceu em 2013) houve grande participação da comunidade que teve a chance de experimentar diferentes modalidades esportivas. Além disso, a reunião de pessoas de idades variadas foi mais uma oportunidade para o desenvolvimento de valores como o respeito às diferenças e à diversidade.

Para Cláudia Ribeiro, coordenadora do CSU de Narandiba, o Festival de Integração favorece a socialização na comunidade e fortalece o CSU como equipamento público: “O Festival é um dia de alegria e uma oportunidade de integrar não só as pessoas de Narandiba, mas dos bairros próximos. Isso possibilita que muitos participem, troquem ideias, se fortaleçam. A comunidade precisa se consolidar e perceber que esporte é cidadania, esporte é vida e melhorando a qualidade de vida do cidadão você tem nele um aliado nas conquistas do bairro. Isso, inclusive, para a concretização da missão dos Centros Sociais Urbanos, como equipamentos de prestação de serviço a comunidade”,
afirma Cláudia.

O Projeto Esporte, Lazer e Cidadania (PELC) é uma iniciativa da Secretaria do Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza do estado da Bahia (SEDES) e integra o Programa Pacto pela Vida, sendo desenvolvido em parceria com o Instituto Aliança. A iniciativa contempla onze
Centros Sociais Urbanos (CSUs), localizados em Salvador, Lauro de Freitas e Camaçari, além da unidade do Centro Integrado de Apoio a Criança e ao Adolescente (CIAC), em Ondina, Salvador.

Os principais objetivos do PELC são: desenvolver valores positivos de convivência e cidadania, ampliar a consciência social e efetivar o direito ao esporte. Para o atingimento de tal propósito a iniciativa atua de forma interdisciplinar, a partir da educação pelo esporte.

terça-feira, 22 de abril de 2014

Sedes capacita técnicos de grupos de idosos dos CSUs



Técnicos dos grupos de idosos dos Centros Sociais Urbanos (CSUs) de Salvador, Lauro de Freitas e Camaçari participam de capacitação nesta sexta (11), no CSU Vasco da Gama. A ação é promovida pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza (Sedes), por meio da Coordenação de Ações Intersetoriais (Cais).

De acordo com a coordenadora do CSU Vasco da Gama, Sônia Miranda, a capacitação vai aprimorar o trabalho realizado com os idosos – frequentadores dos CSUs – no sentido de melhorar a qualidade de vida, gerar renda e prevenir a depressão e o estresse. “Tivemos aula de ginástica e oficina de artesanato. Além dos técnicos, vieram dois idosos de cada CSU, pois eles vão multiplicar os conhecimentos em seus respectivos grupos”, explicou.

Autoestima – Para Valdeci Matos, técnica do grupo Reviver, do CSU Nordeste de Amaralina, o trabalho realizado com a terceira idade ajuda até mesmo no combate a problemas como depressão. “Lidei com casos em que as atividades oferecidas no espaço melhoraram a saúde mental de algumas idosas, que estavam deprimidas”, enfatizou. Integrante do grupo de idosos Fonte de Alegria, da unidade da Liberdade, Marilza de Jesus acredita que as atividades disponíveis nos CSUs são importantes para levantar a autoestima dos idosos.

Ascom/ Sedes, 11.04.2014.


(71) 3115-9882

V Caminhada Rainha Nzinga homenageou as mulheres do Nordeste de Amaralina



No último dia 05 de abril, a V Caminhada Rainha Nzinga homenageou as mulheres do Nordeste de Amaralina, pelas ruas do bairro, até o Largo das Baianas, em Amaralina. Promovido pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza (Sedes), por meio do Centro Social Urbano (CSU) do bairro, o evento teve como tema "Mulheres em movimento pela igualdade no mundo do trabalho” e reuniu alas de atividades exclusivamente para mulheres, desenvolvidas por projetos nesta comunidade. 

Entre elas, o grupo de capoeira Besouro Mangangá, coordenado pelo cantor Tonho Matéria, idosas do Grupo Conviver, pelotão de bombeiras civis, fanfarra Farmina, banda de percussão Nova República, Escola de Dança da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb), Quituteiras do Nordeste de Amaralina, entre outros.

De acordo com a coordenadora da unidade, Andréia Dias, o CSU busca em todas as atividades fortalecer o protagonismo feminino, em especial das mulheres da Região Nordeste de Amaralina,  no sentido de estimular, apoiar e desenvolver estratégias para o empoderamento destas mulheres. "Através de atividades construídas e executadas com parceiros, a exemplo do Projeto Consolação, Instituto Entre Aspas, Cras Nordeste, o 8 de março é estendido ao longo do ano, pois as atividades devem ser continuas e profícuas", destacou.

Para o cantor e compositor Tonho Matéria, líder do grupo de capoeira Besouro Mangangá, ações como essa precisam de engajamento em massa da comunidade. "O trabalho que é feito aqui é qualificado e merece ter continuidade", afirmou.

Vejam mais fotos do evento aqui e no nosso flickr: http://bit.ly/R2P84L








Ascom/ Sedes, 08.04.2014
(71) 3115-9882

Sedes inicia reforma do CSU Lauro de Freitas



Teve início no mês de março a reforma do Centro Social Urbano (CSU) de Lauro de Freitas, administrado pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza (Sedes). Inaugurado em 1979, o espaço já passou por uma reforma em 1996 e apresenta problemas estruturais nas instalações elétricas, hidráulicas, pintura geral e telhado, além da necessidade de reconstrução da guarita de entrada e de parte do muro.

Com investimento de R$ 526.547,47, o CSU vai contar com novos pavilhões administrativos e de cursos, vestiários, quadra poliesportiva com instalação de alambrados e reestruturação da arquibancada. Outras melhorias consistem na recuperação de passeios, construção de nova guarita de segurança, revisão elétrica geral e requalificação do sistema de iluminação da quadra poliesportiva.

Requalificação – Segundo o coordenador de Ações Setoriais da Sedes, Osmário Santos, a reforma dos Centros Sociais Urbanos faz parte das ações desenvolvidas pela Sedes, para requalificar os equipamentos sociais, dotando-os de condições físicas adequadas ao atendimento à população. “Em Lauro de Freitas, as intervenções que ocorrerão estão em consonância com as demandas locais e os anseios daquela comunidade”.

CSU Lauro de Freitas – com atendimento médio de 700 pessoas por mês, o Centro Social Urbano de Lauro de Freitas oferece atividades nas áreas de educação, esporte, informática e assistência social, além de atender 76 idosos da região, por meio das ações com o grupo de convivência. Os Centros Sociais Urbanos têm por objetivo integrar atividades de lazer, informação, formação, para organizar e empoderar as comunidades, atuando como espaços de diálogo e de desenvolvimento de ações coletivas, em parceria com órgãos governamentais, setores privados e organizações da sociedade civil.

Ascom/ Sedes, 25.03.2014
(71) 3115-9882









CSU's realizam matrículas do programa Todos pela Alfabetização



Os adultos de Salvador (a partir de 15 anos) que querem aprender a ler, já podem se matricular no Programa Todos pela Alfabetização (Topa), da Secretaria de Educação do Estado (SEC), nos Centros Sociais Urbanos (CSUs) da Liberdade, Mussurunga, Narandiba e Castelo Branco, administrados pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza (Sedes). As inscrições para a sétima etapa do programa já estão abertas e o prazo é até o dia 30 deste mês.

Para se inscrever, os interessados devem levar carteira de identidade, CPF e comprovante de residência. Em todo o estado, os alunos podem procurar as Diretorias Regionais de Educação (Direc) e, na capital, a matrícula pode ser feita também nas associações de bairros, que abrigam turmas do Topa.

Topa - A Bahia já atingiu a marca histórica de 1,1 milhão de alfabetizados por meio do Todos pela Alfabetização (Topa). Maior programa para alfabetização de jovens, adultos e idosos e criado pelo Governo do Estado, em 2007, dentro do programa Brasil Alfabetizado, do Governo federal, o Topa visa garantir a essas pessoas as oportunidades necessárias à apropriação da leitura e da escrita, sob a perspectiva de que a alfabetização é um direito que não prescreve com a idade.

*Fonte: Secretaria de Educação.

Ascom/ Sedes, 14.03.2014
(71) 3115-9882


CSU Vasco da Gama promove atividades comemorativas da consciência negra



O Centro Social Urbano (CSU) da Vasco da Gama realizou, no dia 29/11, uma série de atividades em comemoração ao mês da Consciência Negra, em parceria com o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) e a Unidade de Saúde da Família (USF) da Federação. Administrado pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza (Sedes), o espaço terá apresentação do documentário “Quilombo Rio dos Macacos”, de Josias Pires, do grupo de capoeira Kilombolas, de dança afro, com a professora Iraildes Santos. A programação também contou com palestra do ator e pesquisador Victor Kizza, além de dicas de saúde da USF.

Confiram mais fotos da atividade!











Ascom/ Sedes – 20.11.2013
(71) 3115-9882